Esclarecimento

Alguns leitores me questionaram sobre um termo usado no post anterior. O termo usado foi "monstro da terceirização" e foi interpretado por esses leitores de uma forma diferente do que eu quis expressar. Não sou contra a terceirização de produtos e serviços, pois é algo que facilita a vida de diversas empresas em vários aspectos, como logística, recrutamento e seleção, informatização, manutenção e muito mais. Entretanto, me incomoda a parte de terceirização de mão de obra em alguns setores, pois faz com que algumas pessoas que já têm um determinado padrão de vida estabilizado tenham que migrar para as empresas que terceirizam os serviços com um salário bem abaixo da média de mercado e redução de benefícios, por conta das taxas cobradas por quem terceiriza. Alguns até perdem suas colocações por serem contra submeter-se à migração. Concordo que em alguns casos é necessário adaptar o padrão de vida para uma nova realidade, mas isso acaba por contradizer todo o processo de preparação (formação, cursos e aperfeiçoamento) e auto-valorização do profissional que busca crescimento e estabilidade profissional e familiar e uma pessoa frustrada não terá mais a mesma produtividade de antes.
É isso.

Gostou do Artigo? Assine o Feed/RSS Grátis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar Ao Topo